sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

(Review) Os Cavaleiros Do Zodíaco - O Santo Guerreiro (Filme Nº 1)

Informações:
Título: Saint Seiya: Jashin Eris (聖闘士星矢 邪神エリス)
Tipo: Filme
Episódios: 01 (18 de Jul, de 1987)
Status: Finalizado
Estúdio: Toei Animation
Avaliação:★★☆☆☆ (REGULAR)

Os Cavaleiros do Zodíaco, sem dúvida alguma foi o anime que simplesmente explodiu e difundiu o gênero de animes no Brasil na década de 90, na extinta rede Manchete. E este é o primeiro dos 6 filmes feitos em relação a CDZ, então vamos a ele. A trama é bem básica e direta, o espirito da deusa Eris reencarna em uma humana, com o objetivo de destruir Atena e dominar o mundo. Para isso ela ressuscita 5 cavaleiros fantasmas que são sua guarda pessoal, afim de derrotar os Cavaleiros de bronze que são leais a Atena. E logo Saori é capturada e cabe aos guerreiros de bronze salva-la do mal eminente. 
Éris e seus Cavaleiros

O filme por ser bem curto (uns 45 minutos) não tem tempo de tela para desenvolvimento de personagens, e o objetivo aqui nem era esse também, é na verdade mostrar os embates entre os cavaleiros. As lutas são bem rápidas, mas algumas são bem legais, em especial a última, onde o destaque fica para Seiya e Ikki que unem forças. A animação é boa, mas em alguns pontos deixa a desejar, dá para perceber que houve um pequeno desleixo aqui e ali, mas nada tão grave. A trilha sonora de CDZ sempre foi um dos seus pontos fortes, e aqui não é diferente, assim dando o ritmo certo as cenas.
O "indestrutível" escudo do Dragão..
O Santo Guerreiro é um filme ok, mas que carrega consigo todo um legado e uma nostalgia absurda consigo, e só esses fatores já fazem o filme valer a pena de ser visto. Logo mais os reviews dos demais filmes serão postados, porque é impossível ver só o primeiro. Talvez quem nunca teve contato com Saint Seiya não goste do filme, porque ele como um filme isolado, não funciona muito bem, o ideal é o espectador ter uma base do universo de CDZ, se não corre o risco de ficar boiando. Mas para os fãs, é uma obra que sempre é lembrada com certo carinho por ser o primeiro filme relacionado a franquia.
Jaga de Órion
Um adendo interessante que o filme tem uma história que não afeta a saga principal do anime, é uma trama fechada feita para o longa. Só que anos depois, um spin-off de CDZ, Saintia Shô, um mangá derivado da franquia, que é protagonizado por por mulheres, tem como plot enfrentar a ameça de Éris, ou seja, o plot do filme foi aproveitado em uma obra muitos anos depois, e pelo que li do mangá, ele é bem interessante e vale uma conferida. Tanto que para este ano, está prometida a série animada de Saintia Shô, mediante o sucesso da obra. Vamos aguardar para ver.

Um comentário:

  1. Curto muito Saint Seiya (Os Cavaleiros do Zodiaco), gostei da postagem cara

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...